Mil Folhas

Mil Folhas

O Mil Folhas é um doce ao mesmo tempo muito simples e muito complexo! O tradicional tem sabores simples, uma massa folhada e um creme de baunilha, que não encantavam meu paladar infantil. Achava aquilo sem graça e não entendia como alguns adultos podiam gostar tanto. A baunilha me conquistou com os anos, aprendi a apreciar sua delicadeza, ela tem que ser degustada com calma e atenção para ser devidamente percebida. A complexidade do Mil Folhas fica por conta do contraste entre o crocante da massa folhada e a suavidade do creme de confeiteiro, que ainda deve ser firme o suficiente para segurar a massa e manter a estrutura do doce.

Para nós o Mil Folhas é uma sobremesa de origem francesa, mas o mille-feuilles também teve uma origem. Sua base, a massa folhada, veio do Oriente Médio, onde já se consumia a Baklava. Na França essa massa folhada foi adaptada para como a conhecemos hoje, recebeu o recheio de creme e ganhou esse formato, que remete a arquitetura da época, no caso napoleônica.

Em alguns países o doce é conhecido como Napoleon (Napoleão), mas dizem que é uma tradução errada da referência a Nápoles na Itália e nada tem a ver com o imperador francês. Na Rússia existe uma sobremesa chamada Наполеон (Napoleão) que é parecida com o Mil Folhas, mas feita como um bolo e servida em fatias triangulares, feita em 1912 para comemorar o centenário da vitória russa sobre Napoleão, então lá a relação é clara e declarada.

Mantendo a mesma ideia de massa folhada e recheio cremoso o Mil Folhas pode ter diferentes nomes e sabores ao redor do mundo. O tradicional creme de baunilha foi bastante adaptado e reinventado, podendo ser de chocolate, amêndoas, caramelo, ou até de espinafre na Itália!

Mil Folhas de Morango - OFNER

Por aqui a confeitaria paulista Ofner lançou pra esse inverno o Mil Folhas de morango! O primeiro recheio é de creme de baunilha, mas o segundo é de chantilly com morangos e a cobertura de geleia de morango. Eu já aprendi a gostar do clássico, mas amo morango e não vejo a hora de ir pra São Paulo pra poder experimentar!

Tomando Sorvete na FISPAL

Tomando Sorvete na FISPAL

Semana passada aconteceu em São Paulo a FISPAL, uma feira de alimentação fora de casa, que tem também a FISPAL Café e a FISPAL Sorvetes. Eu sempre via fotos e relatos de pessoas que tinham ido e ficava muito curiosa, e esse ano consegui ir! Bom, o foco é em infraestrutura para bares e restaurantes, então tem muita máquina, forno, geladeira, expositor, um pouco de móveis… Mas tem outros tipos de fornecedores também, como os de matéria prima, que pra mim eram os que mais interessavam.

A parte de máquinas eu até acho legal também, porque tenho curiosidade de gosto de ver o processo de fabricação das coisas. No estande da Bralyx fiquei me divertindo vendo uma máquina que fazia e empanava mini coxinhas, tão mini que mal dava pra acreditar que tinham recheio! Essa mesma máquina fazia churros também. Eles tem várias máquinas pra doces, até pra brigadeiro!! Vi lá uma outra de biscoitos, que não estava em demonstração, pelo menos naquele momento que passei, mas tirei foto:

máquina de biscoitos na fispal

Tinha uma parte que era o Pavilhão Chinês, com alguns produtores de lá procurando representantes no Brasil, pelo que eu consegui entender, afinal com sorte alguns falavam inglês! Eu achei a mesa da Jiangxi Golden Eagle Food super fofa, mas a menina não sabia responder muita coisa e só me deu o cartão pra entrar no site. Era tudo de chocolate, e eles vendem o chocolate em si também, a matéria prima. Ah ela me deu também uma dessas moedas pra experimentar. A cremosidade me surpreendeu e o sabor era até que gostosinho.

chocolates chineses na fispal

Ainda na área chinesa encontrei a Nantong Litai Jianlong Food, que faz umas gelatininhas estranhas, mas que vem em embalagens super fofas! Tinha um cara que falava português, e que me deu uma gelatina de melancia. O sabor achei agradável, docinho, mas a consistência estranha, principalmente por ter uns pedacinhos durinhos no final (espero que fossem intencionais).

potes fofos de gelatina

Aí veio a Fispal Sorvetes… Praticamente um Parque de Diversões de onde eu não queria mais sair, poderia ficar lá tomando sorvete eternamente!

A Italianinha faz aquelas máquinas de sorvete “expresso”, tipo casquinha do Mc Donald’s sabe? Aí pra demonstrar a máquina davam uma amostra num copinho. Achei mais cremoso do que alguns que já tomei por aí…

italianinha na fispal

Ainda na Italianinha, eles tem outra linha de máquinas que é pra fazer paletas! É mais um super freezer com formas de metal, e eles vendem também a matéria prima pra fazer as paletas artesanais. Fiquei meio confusa com esse conceito de artesanal feito em máquina e com mistura pronta né, mas ok… Experimentei a de Banana com Creme de Avelã e gostei bastante, o recheio estava mesmo bem cremoso.

paletas na fispal

Gostei muito da Unika, pela qualidade e pelo atendimento. Eles tem coberturas pra sorvete deliciosas (experimentei de cereja, doce de leite e café) e matéria prima pros gelatos italianos mais gostosos! Eles trazem a matéria prima bruta da Itália e processam aqui, conseguindo ter um produto maravilhoso com um custo menor. Eles ainda desenvolvem as receitas que entendem ser as melhores pra cada produto, mas as sorveterias que decidem como vão preparar. O Filippo não pode me dizer pra quem eles fornecem, mas pelos sabores dá pra tentar adivinhar alguns né… Experimentei o de Tiramisú!

unika sorvetes

A Doremus tinha uma fila enorme e uns sabores diferentes. Experimentei o de Twix, mas sinceramente achei muito forte. Como o foco deles é vender a matéria prima, acho que nas sorveterias mesmo devem diluir mais e ficar melhor…

doremus na fispal

A Super Frut faz sorvetes para outras marcas, quem quiser pode só colocar os sorvetes deles na embalagem própria, ou pedir pra eles desenvolverem uma receita exclusiva. Experimentei o de Chocolate Holandês com cobertura de chocolate e castanha de caju. Achei o chocolate holandês um pouco mais amargo.

super frut fispal

Por fim conheci a Naturalle Ice Up, que estava no estande da Esmaltec, demonstrando freezer. São sorvetes mais naturais, sem glúten, sem corantes e sem aromatizantes! Pelo que entendi eles são do Nordeste e estão chegando no Sudeste agora, estavam procurando representantes também. Experimentei o de Kiwi e gostei bastante!

naturalle ice up

O Que Tem de Sobremesa em Manaus?

O Que Tem de Sobremesa em Manaus?

Na semana passada o Super Colaborador foi para Manaus, e me mandou fotos de várias sobremesas que comeu por lá. Achei que seria legal fazer um especial mostrando essas sugestões, tanto para quem mora em Manaus quanto para quem for passear por lá também.

banana de forno do banzeiro

Essa sobremesa é do Restaurante Banzeiro: um bolo com castanhas, com creme de banana e bolo branco por cima. Olhando o cardápio no site deles deduzo que seja a Banana de Forno.

banana do banzeiro

Essa também é do Banzeiro, e também é de banana. O Super Colaborador descreveu como um creme brulée de banana sensacional. Olhando o cardápio do site de novo deduzo que seja a Banana do Banzeiro.

bombons de manaus

Bombons típicos da região, feitos com massa de cacau. Conheci alguns assim recentemente, que recebi de Roraima, tem até vídeo, dá uma olhada aqui! Esses ele comprou pra ajudar um instituto que estava fazendo um evento no hotel em que ele estava hospedado. Mas tem em vários lugares e é bem fácil reconhecer por esse formato de “tubinho”.

doces da amazônia

Na latinha tem uma jujuba de Cupuaçu com Gengibre (muito gengibre!) que ele comprou junto com os bombons do instituto. As “balas”, que pra mim são bombons, são da mesma marca, mas era o hotel que deixava no quarto todo dia.

chips de banana doce

Chips de banana frita com açúcar que ele comprou na rua mesmo. Tem opção salgada também, que ele gostou mais, mas trouxe a doce pra mim e recomendaram comer com doce de leite!

bolo de rolo do boteco manaus

Bolo de Rolo com sorvete de creme do Boteco. Não encontrei o site, mas é uma rede de Recife, que fica no Manauara Shopping.

biscoito das freiras de recife

Essa também é do Boteco: Sorvete de Creme com Biscoitos feitos pelas freiras do convento de Recife.

pavê de cupucaçu

Estava sentindo falta de alguma sobremesa com Cupuaçu, até que ele me mandou esse Pavê que eu achei lindo. É do Cero’s, um restaurante por quilo que também não tem site, mas fica na Av. Rio Mar, 58 – Vieiralves.

bombons finos de manaus

Essa loja Bombons Finos parece ser O lugar pra comprar doces para presentear ou levar de lembrança. Tem várias cestas de artesanato, caixas elegantes, e sabores bem diferentes!!! Eu não sabia o que esperar dos de Camu Camu, Araça-Boi, Taperebá ou Buriti, por exemplo! No Youtube tem um vídeo em que eu experimento esses e tudo mais que ele me trouxe, confere lá!

milkshake doggers filosofia da gordice

Pra finalizar: a Filosofia da Gordice! Essa frase estava escrita na parede de lousa do Doggers, um restaurante especializado em Hot Dog super bonitinho e com milkshake de sobremesa! O Super Colaborador escolheu o de Ovomaltine e adorou! Vi que tem de Cupuaçu também e fiquei bem curiosa… se alguém experimentar me marca e me conta o que achou??

Aliás, quem experimentar qualquer uma dessas me marca no Instagram #oquetemdesobremesa ou no Facebook e me conta se gostou das dicas!!!

Cheesecakeria Café

Cheesecakeria Café

cheesecakeria café campinas

Na semana passada uma amiga estava em Campinas (SP) e me mandou uma colaboração pro O Que Tem de Sobremesa Por Aí?, o cheesecake da Cheesecakeria Café. O comentário junto com a foto foi o seguinte: “É sem dúvida o melhor que já comi em toda a minha vida, e olha que já comi o da Cheesecake Factory!” Eu não sou uma profunda conhecedora de cheesecakes, mas sei que essa rede americana é famosa e sempre ouvi dizer que é muito boa. Sei que tem em São Paulo, mas nunca me animei de ir conhecer.

A verdade é que eu não gosto de cheesecake, muito provavelmente pela associação que faço com uma torta de ricota muito ruim que comi uma vez… acabo achando parecido. Eu já estava pensando que esse acho que eu experimentaria quando ela disse que é bem suave, mais adaptado ao paladar brasileiro, aí ela me conta que além do tradicional você pode escolher de doce de leite ou de Nutella! Ah gente aí é covardia né… Pois piora!

Minha grande tristeza por não gostar de cheesecake é pelas caldas, são sempre tão lindas e tão gostosas que as vezes pego só a calda do prato de alguém hehe. E lá na Cheesecakeria Café a minha amiga contou que depois de escolher entre as três opções de cheesecake você ainda tem várias opções de calda. Ela não contou, mas deve ter umas dez!!! É muita opção pra uma pessoa indecisa como eu! Ficaria horas pra escolher com certeza… Aliás, ficarei, porque entrou pra minha listinha de lugares que quero conhecer!

Acho que consegui entender porque o Cheesecakeria Café é parada obrigatória pra ela sempre que vai pra Campinas! Se você estiver por lá também não deixe de conferir e me contar o que achou! O endereço é Rua Coronel Quirino, 1733 – Cambuí – Campinas, SP, e você também pode babar um pouco nas fotos do Facebook e do Instagram antes.

Quinta Mais Gostosa na Venchi

Quinta Mais Gostosa na Venchi

Venchi banana cremino

Agora é vez dos cariocas ganharem sorvete de graça! Aliás, sorvete não… Gelato! A Venchi vai fazer degustação de um novo sabor de gelato! As vezes chamamos tudo de sorvete, mas eles tem diferenças. Não sabe quais? Pra começar o gelato tem 25% de ar, enquanto o sorvete tem mais de 50%. O gelato é feito com leite tipo A e tem menos gordura do que o sorvete tradicional. Por último a temperatura do gelato é um pouco mais alta, e ele não chega a congelar como o sorvete. Interessante né?

O gelato nasceu em Florencia, na Itália, quando o imperador romano Nerone mandou buscar gelo e neve das montanhas para misturas com frutas frescas, no século I. Só depois no século XVI, no casamento de Maria de Medice, é que o gelato como conhecemos hoje surgiu.

A Venchi é uma gelateria originalmente italiana. A primeira unidade foi fundada em Milão, em 1878! De lá pra cá já são 57 unidade da gelateria e chocolateria pelo mundo. No Brasil eles chegaram em 2013, com a primeira loja no continente americano, no Rio de Janeiro. Atualmente são três unidades no RJ e uma em São Paulo*.

Agora que vocês já conheceram um pouco sobre o gelato e sobre Venchi devem estar querendo saber é do gelato de graça que eu mencionei lá em cima né? Pois bem, na próxima quinta-feira, dia 30, vai ser dia de Quinta-Feira+Gostosa na Venchi, com degustação gratuita do novo sabor: Banana Cremino! O Cremino é uma receita original da Venchi, feita em camadas cremosas, que combina a intensidade do sabor da avelã com uma delicada camada de gianduia de amêndoa. Ficou com vontade?? Então é só se inscrever em uma das lojas da Venchi do Rio de Janeiro (a degustação vai ser só nas lojas do RJ, não vai ter em SP) ou mandar um e-mail para cadastrovenchi@gmail.com até o dia 29, quarta-feira.

Dica: vale ficar de olho no Facebook deles pra saber das próximas Quintas mais Gostosas!

 

* Endereços

Rio de Janeiro

Rua Dias Ferreira 217, loja A, Leblon.
Telefone:(21) 3596-5170.

Avenida das Américas, nº 4.666 – Loja 111B – Barra da Tijuca.
Telefone: (21) 3387 0570.

Ipanema – Rua Visconde de Pirajá, 540 – Ipanema.
Telefone: (21) 2512-5989.

 

São Paulo

Rodovia Hélio Smidt, s/n, segundo andar, terminal três, Cumbica, Guarulhos.
Telefone: 2445-7795.

 

Free Cone Day no Brasil

Free Cone Day no Brasil

free cone day no brasil

Quem estiver em São Paulo na próxima terça-feira, dia 14 de abril, anota aí na agenda que vai ter o primeiro Free Cone Day no Brasil da Ben&Jerry’s. Sim, estamos falando de sorvete de graça! SORVETE! DE GRAÇA! É assim que os fundadores Ben Cohen e Jerry Greenfiled comemoram os aniversários da marca desde o primeiro, em 1979, dando casquinhas com uma bola de sorvete para agradecer as pessoas das comunidades onde estão. Não é muito amor?? O Free Cone Day (dia da casquinha grátis) é sempre na segunda terça-feira de abril, e será o primeiro que o Brasil vai participar, porque quando eles chegaram por aqui no ano passado, com um mega evento de lançamento, a data já tinha passado. Além do Brasil outros 35 países vão ter o seu Free Cone Day e a expectativa é que ao todo sejam distribuídas cerca de 1 milhão de bolas de sorvete. É muito sorvete!

Quando se fala em sorvete de graça é claro que pode se imaginar que vai ter bastante fila também. É, provavelmente vai mesmo, mas se for como na inauguração ela anda bem rápido. No site eles dão algumas dicas de como passar o tempo enquanto você estiver na fila, a maioria deve ser mais útil caso você seja uma pessoa bem extrovertida. Duas eu achei bem legais:

– Conversar com as pessoas na fila e perguntar o sabor preferido delas. Isso pode te ajudar a decidir qual dos 16 sabores você vai pedir, principalmente se ainda não conhecer a Ben&Jerry’s. Você só pode pedir um sabor por vez, mas pode entrar na fila quantas vezes quiser!

– Cumprimentar o atendente. Nós costumamos analisar o atendimento dos lugares que vamos, mas nem sempre nos lembramos de ser simpáticos e educados. Dar um oi e um sorriso pra quem te atender também é de graça e sempre faz bem. Pros dois lados.

Eu queria muito ir, mas estarei no Rio de Janeiro… então aproveitem por mim! Tirem fotos com a #oquetemdesobremesa no Instagram e me contem os sabores que pediram. Eu já comi o Chocolate Chip Cookie Dough, com massa de biscoito, e queria muito experimentar o Chunky Monkey. E o New York Super Fudge Chunk. E o Triple Caramel. E… acho que não ia ter tempo suficiente mesmo…

Pra quem estiver em São Paulo e puder curtir o Free Cone Day, ele vai acontecer no dia 14/04, nas duas lojas da Ben&Jerry’s, mas em horários diferentes! Na da Rua Oscar Freire, 957 vai ser das 12h as 21h. Na do Shopping Morumbi vai ser das 10h as 21h!