Restaurante Abbraccio

Restaurante Abbraccio

restaurante abbraccioO restaurante Abbraccio é uma novidade do grupo do Outback, com duas unidades em São Paulo (Shoppings Cidade Jardim e Market Place) e uma em Campinas (Shopping Iguatemi). O nome em italiano já sugere o tipo de culinária (abbraccio = abraço), mas não é uma cantina clássica. O ambiente é mais sóbrio, sem toalhas verdes e vermelhas, e sem o clima tão jovem do Outback. A irreverência fica por conta do banheiro, um mocinho e uma mocinha andando de lambreta (transporte tradicional na Itália) para identificar, e um áudio ensinando vocabulário básico em italiano, achei bem legal. Fomos conhecer a unidade do Market Place na semana passada e o atendimento foi ótimo, quem nos atendeu foi a Andresa, sempre muito sorridente, simpática e atenciosa. Pedi algumas indicações do cardápio e ela acertou todas!

Logo de início ela nos trouxe água (à vontade o tempo todo) e um pãozinho delicioso recém saído do forno, acompanhado de um pratinho com ervas (não decorei quais) que ela coloca azeite pra depois molharmos o pãozinho. Para beber escolhi refil de chá, tem sem sabor, com laranja vermelha e com limão. A Andresa disse que o de laranja vermelha era muito bom e eu realmente adorei!

De entrada pedimos a Fonduta de Spinaci, um creme de espinafre que vem quentinho em uma travessa com fatias de ciabatta crocantes por fora e macias por dentro, e Bruschetta Caprese, molho pesto com pedaços de mozzarella e tomate em um potinho, com as mesmas fatias de ciabatta na lateral. Achei legal poder dosar o quanto queria colocar, e estava tudo gostoso.

massas abbraccio

Pro prato principal eu fiquei na dúvida entre o Filleto Marsala  e o Ravioli de Funghi. A Andresa me indicou o ravioli e acertou, porque gostei bastante! Eu não gosto de frutos do mar, mas tinha opções bem interessantes, como o ravioli de lagosta!

sobremesas abbraccio

Finalmente chegou a tão esperada hora das sobremesas! Que merecem até um cardápio especial só pra elas! Escolhemos dois Dolci Selezioni, que vem com Tiramisu (Biscoitos tipo italiano embebidos em café com licor de Amaretto, camadas de creme de mascarpone com rum e licor de café, cobertos com raspas de chocolate meio amargo), Torta Zucotto (Bolo de chocolate com camadas de mousse de chocolate, com cobertura de chocolate e cacau em pó) e Mini Cannolis (Tradicional massa italiana crocante, recheados com creme de queijo ricota e gotas de chocolate, polvilhados com açúcar de confeiteiro e pistache) cada e a Crostata di Mela (Massa folhada assada recheada com uma perfeita combinação de maçã e avelã. Coberta com nosso sorvete de creme e calda de caramelo). Os trios foram porque tanto eu quanto minha cunhada queríamos experimentar o tiramisu e a torta, meu cunhado queria cannoli, e ficamos muito tentados com a Crostata di Mela. Só pela descrição não nos interessamos tanto, mas novamente a Andresa acertou na indicação. Ela recomendou com muita certeza de que era imperdível, aceitamos e foi a preferida!

crostata di mela abbraccio

O tiramisu é bem gostoso, eu pediria de novo. Não sou muito fã de cannolis, mas era bom também. A torta eu achei normal, não muito doce (dica pra quem prefere assim). A Crostata di Mela não adianta descrever, tem que experimentar, ela é inesquecível! Foi um belo abraço de despedida, daquele que faz a gente querer voltar!

Receita de Tiramisu

Receita de Tiramisu

Tiramisu é uma das minhas sobremesas preferidas, e minha vó faz um maravilhoso! Há alguns anos ela descobriu que estava com diabetes, e começou a adaptar várias receitas, e essa, na minha opinião, é a melhor delas. Um pouco antes do carnaval recebi em São Paulo um kit lindo de Philadelphia e já logo pensei no Tiramisu! Combinei com ela que faríamos juntas no último domingo, já que eu estaria por lá. Os planos mudaram e eu acabei não indo almoçar com ela. Na segunda-feira pedi a receita pra tentar fazer sozinha, mas precisa de batedeira e a minha estava no Rio de Janeiro… Mesmo eu não tendo feito a receita posso garantir que ela é ótima, porque já comi várias vezes!

Ingredientes:

9 colheres de sopa de açúcar (ou adoçante culinário, a quantidade é a mesma)
3 gemas (ou 4 se o ovo não for grande)
1/2 xícara de chá de cream cheese (ou 1 copo de requeijão)
3 colheres de sopa de vinho tinto (vinho doce, do porto ou licor)
1 sachê de gelatina sem sabor hidratada em água
3 claras em neve (ou 4 se o ovo não for grande)
500 ml de chantilly (feito com creme de leite fresco)
Biscoito champanhe
Café forte (3 colheres de sopa de pó de café para 1 e 1/2 xícara de chá de água)
Cacau em pó

Modo de fazer:

Bata na batedeira o açúcar (ou o adoçante culinário) com as gemas até clarear bem. Minha vó faz essa parte em banho maria, porque não gosta de usar ovo cru, mas não é necessário.
Adicione o cream cheese, o vinho e a gelatina hidratada e bata novamente para misturar tudo. Reserve.
Bata o chantilly e reserve.
Bata as claras em neve.
Incorpore o chantilly e as claras em neve no primeiro creme, misturando delicadamente, pra continuar aerado.
Para montar você pode usar um refratário grande ou taças individuais.
Ponha uma colher de sopa de cacau no café forte e passe os biscoitos pelo líquido, só para umedecer. O biscoito champanhe absorve líquido bem fácil, se deixar muito tempo o sabor vai ficar muito forte e a consistência muito mole.
Agora é só montar como um pavê, alternando camadas de biscoitos e creme, deixando sempre creme por último. Pra finalizar polvilhe cacau por cima (no da foto ela colocou raspas de chocolate).
Deixe na geladeira por algumas horas antes de servir.

Vovó não é adepta de medidas e receitas assim, por isso não tem quantidade de biscoitos, de cacau… Mas o principal tem, e eu juro que essa receita de tiramisu é inesquecível!