Onde comemorar o Dia das Mães

Onde comemorar o Dia das Mães

A gente sabe que elas merecem amor, carinho, reconhecimento e gratidão o ano todo, principalmente no Dia das Mães. Sou da opinião que quando não se sabe o que dar de presente coisas comestíveis (ou bebíveis) são sempre uma boa opção! Nesse caso fazer o almoço (sem deixar a louça pra ela lavar), ou leva-la pra almoçar, pode ser não só um ótimo presente como uma oportunidade de passar momentos agradáveis em família. Se você ainda não programou nada especial para fazer com a mamãe nesse domingo tenho algumas dicas que elas certamente vão gostar (principalmente das sobremesas, claro).

brunch trebbiano dia das mãesO Trebbiano Ristorante, restaurante do L’Hotel PortoBay São Paulo, oferece um brunch especial no domingo, 8 de maio, para comemorar o dia das mães de um jeito diferente. O chef da casa, Luiz Pinheiro, elaborou um menu de brunch que inclui estação café da manhã, entradas, saladas, pratos quentes, estação kids e sobremesas.

O brunch será servido das 11h30 às 16h, pelo valor de R$120. Crianças até 5 anos é cortesia e de 6 a 11 anos pagam R$ 50,00. As mamães serão presenteadas com um mimo especial do hotel. As reservas podem ser feitas pelo (11) 2183-0541 ou eventosocialsp@portobay.com.br

Confira o menu de dia das mães:

Café da manhã: cereais, frutas laminadas, pães doces, danishes, croissant, brioche, pão francês, pão italiano, bolos, quiche, manteiga, geléias e mel, ovos mexidos, waffle com chocolate, tomates grelhados e cogumelos salteados, mini salsichas
Frios e Saladas: salada tropical com frango defumado, salada de rúcula com tomate seco, salada caprese, salada folhas verde com nozes e damasco, salada russa com camarão, salada de grão de bico com bacalhau, ostras frescas, queijo brie com geleia de pimenta, salada de palmito com ervilha fresca e milho verde, tábua de queijos nobres e carpaccio de salmão marinado.
Pratos Quentes: medalhão de filé mignon ao molho de vinho do porto, duo de congrio e salmão ao molho de alho poró e espinafre, supremo de frango recheado com amêndoas ao molho de ervas finas, grelhada de frutos do mar ao molho virgem, penne ao molho pesto, arroz com açafrão e grão de mostarda, arroz branco, lasanha de berinjela com funghi porcini e legumes ao vapor.
Buffet de sobremesas: torta mousse de chocolate, brownie de chocolate com castanha, tiramisú, tartelette de frutas, rabanada, pudim de caramelo, crostata de banana, quindim de coco fresco, merengue de frutas vermelhas, mousse de manga com calda de manga.
Estação kids: batata smile e penne ao molho sugo.
Estação de bebidas e bebidas quentes: sucos de frutas tropicais, iogurtes, água de coco, águas nacionais, refrigerantes, caipirinha, café, chocolate quente, cappuccino, seleção de chás Twinnings e leite.

panacotta restaurante eat dia das mãesO restaurante EAT oferece almoço e jantar especial no domingo, 08, para comemorar o dia das mães em grande estilo. O chef da casa, preparou um menu que oferece antepasto, entradas, prato principal e sobremesa, além de vinhos para harmonizar. A novidade também fica por conta do exclusivo cardápio Kids.
As famílias que forem ao restaurante no domingo, poderão contar com um ambiente especial dedicado as crianças. O espaço da marca Crayola, que tem como objetivo estimular a criatividade das crianças, disponibilizará brinquedos e recreação, a fim de divertir todas as crianças presentes.
O valor do menu completo será R$110,00 para adultos e R$29,00 o menu Kids. O almoço acontece das 12h às 17h. Já o jantar tem início as 19h até as 23h. O EAT fica na avenida Dr. Cardoso de Melo, 1197, Vila Olímpia, telefone (11) 5643-5353.

Confira o menu do dia das mães:

Welcome Drink: Espumante Pierre Olivier.
Antepasto: Bruschetas
Entrada: Mix de folhas, prosciutto, alcachofra e figo e creme de balsâmico ou polenta cremosa ao funghi com cogumelos frescos.
Prato Principal: Sorrentine de zucca ao amareto sobre queijo de cabra com manteiga de amêndoas e cítricos; Risotode lula e zaferano; Abadejo ao molho de alcaparras com risoto ao limone ou filet mignon ao ragu de funghi e purê de batata com brie.
Sobremesa: Panacota com caramelo e calda de frutas vermelhas ou mini churros com doce de leite.
Menu Kids: Parmegiana de filet com arroz e fritas; Spaghetti ao sugo ou na manteiga ou filezinho de frango com arroz e purê de batata.
Sobremesa: Brigadeiro de colher.

dia das mães 1900 pizzeriaQuem já tem planos para o almoço pode caprichar no jantar também! A 1900 Pizzeria presenteará todas as mães com uma minipizza doce no formato de coração no sabor de sua preferência. Dentre as opções de sabores estão Banana com canela e chocolate (R$ 78,20 grande), Chocolate (R$ 78,20 grande) e Nutella com Morango (R$ 89,70 grande). A ação acontece apenas no domingo, 08/05, nas unidades da Vila Mariana, Moema, Jardins, Chácara Flora, Perdizes, Morumbi e Tatuapé.

coração de chocolate dia das mãesQuem está com a agenda cheia pode presentear a mamãe com um coração de chocolate belga da Le Délice. Ele é pintado à mão e vem sobre base comestível, também de chocolate belga. Disponível para pronta entrega na loja física ou por encomenda. Preço: R$ 55 (200 g).

5 lugares com boas sobremesas em SP

5 lugares com boas sobremesas em SP

Em homenagem ao aniversário de São Paulo resolvi listar alguns dos meus lugares preferidos para comer sobremesas em SP.  São lugares que eu frequento e acho que têm alguma coisa de especial. Claro que uma cidade tão grande como essa tem muuuitas outras opções legais (nesse post dos 10 melhores de 2015 tem mais algumas), mas essas são as primeiras que eu penso quando quero comer um doce bem gosto em São Paulo!

1 – Bella Paulistasobremesas em sp padaria bella paulista

São Paulo tem muitas padarias boas, essa é a minha queridinha por ser perto de casa, ser 24 horas e tudo lá ser gostoso! Tem o buffet de sopas que dá pra pegar um pedacinho de cada sobremesa, esse croissant de chocolate maravilhoso, carolinas de diversos sabores (a de limão é imbatível), donuts fofinhos (tem que dar sorte porque acabam rápido), brownie bem molhadinho, e muitos outros doces lindos E gostosos! Só evito alguns com mousse porque geralmente é mousse feito com gelatina que eu pessoalmente não gosto, e já que tem tantas outras opções boas..

2 – Bacio di Lattebacio di latte

Agora já tem em outras cidades, mas começou por aqui e eu adoro! A primeira vez que ouvi falar foi com o seguinte comentário “é melhor que Haagen-Dazs”, é pra ficar interessadíssima ou não é? Contei pros meus cunhados, eles foram antes que eu e confirmaram… A expectativa era bem alta e não decepcionou nem um pouco! Desde a primeira vez que fui foi amor eterno, falo pra todo mundo e levo todos que posso pra tomar gelato lá. Por incrível que pareça os sabores que eu menos gosto são os de chocolate! Meus preferidos são os que envolvem Nutella, como Nutellina, Cremino, Gianduiotto… A casquinha recheada com Nutella e uma bola de Nutellina fica perfeita! Os de frutas também são muito bons, eu pessoalmente só tenho um problema com os que tem sementinhas (como o de morango), porque elas ficam no dente depois e me irritam… mas o de limão siciliano é a pedida certa num dia de calor!

3 – Casa Garciasobremesas em sp pavê casa garcia

Passou por uma reforma recentemente, mas é uma mercearia pequena, que se eu não tivesse sido avisada do tesouro que havia lá dentro jamais teria entrado. Tem produtos industrializados, como toda mercearia, mas o que atrai muita gente na hora do almoço são os lanches de frios fatiados na hora e bem generosos, e a única opção de sobremesa: o clássico pavê de doce de leite! É um pavê de biscoito de maizena com creme, coberto com uma camada de doce de leite. Combinação simples, mas perfeitamente deliciosa. Dá pra comer na hora, ali no guardanapo mesmo, ou levar pra viagem. Não é o lugar mais tradicional quando se pensa em onde comer sobremesas em SP, mas acho que é justamente esse o charme!
Não tem site, mas fica na Rua Luis Coelho, 128 – Cerqueira César (travessa da Augusta, atrás do Center 3), abre de segunda a sexta das 07 às 20h, sábado das 07 às 13h e não abre aos domingos.

4 – Casa Mathildesobremesas em sp pastéis de nata

Foi uma descoberta recente, apesar do meu padrinho me falar dela faz tempo… É uma casa de doces portugueses no centro de São Paulo, perto da 25 de Março, e deve ser incluída no roteiro da visita quando se for àquela região. Eu esperava uma arquitetura mais clássica, mas é bem moderninha, com a fachada toda de vidro. O forte da casa é o pastel de nata, mas tem várias outras opções. Quem quiser pode ver um pouco mais nesse vídeo que fiz quando fui lá.

5 – Coco, Cravo e Canelabomba de chocolate coco cravo e canela

É uma doceria antiga, de bairro, e que fez muito parte da minha infância. Eu morava perto, então passava por lá com alguma frequência. A tortinha de morango é clássica, o mil folhas era o preferido da minha tia, o bolo floresta negra era minha paixão platônica quando criança, achava lindo, mas não queria comer porque não gostava de cereja! Eu não resisto à bomba de chocolate, a versão grande é uma perdição, a gente sempre quer cortar só mais um pedacinho… Minha mãe quando passava lá costumava me levar uma bandeja de pão de mel, que mesmo não sendo os meus preferidos tinham um gostinho especial pelo carinho. O atendimento nem sempre é dos mais simpáticos, mais por culpa dos donos do que das atendentes, porque eles não gostam que elas conversem muito com os clientes… Mas os doces valem a pena.

Cinco destinos para quem ama chocolate

Cinco destinos para quem ama chocolate

chocolate

É fã de chocolate? Está sempre pensando na próxima viagem? Sabe quais seriam os cinco lugares mais legais para qualquer chocólatra se deliciar? Calma, não é concurso de nenhuma marca de chocolate… São dicas de destinos para conhecer mais sobre o tão querido chocolate! Alguém me mandou ou me marcou nesse link, já não lembro bem, mas salvei nos favoritos para ler depois, e achei que valia compartilhar as dicas.

Oaxaca – México

Se você quiser fazer uma viagem pela história do chocolate, a primeira parada deve ser Oaxaca, charmosa cidade mexicana que herdou – e transformou – o consumo do cacau de seus antepassados.

De fato, a cultura da cidade está intimamente ligada ao ingrediente. Oaxaca é repleta de casas de chocolate, que produzem os doces com grãos cultivados localmente. Não deixe de experimentar o famoso chocolate quente, que pode ser incrementado com pimenta e outras especiarias, e o Mole Poblano, um molho bastante usado na culinária mexicana que leva chocolate na receita.

A Rua Francisco Xavier Mina, perto do Mercado Central, é a verdadeira meca do chocolate. Ali, os maiores produtores do país, como Mayordomo e La Soledad, mostram o processo de fabricação dos chocolates e seus derivados para quem quiser ver.

Zurique – Suíça

Se os povos da América Central foram responsáveis por descobrir e cultivar o cacau, foi na Europa que o chocolate se transformou no doce que conhecemos e amamos. Os suíços tiveram a genial ideia de incluir o leite na receita e o que já era bom ficou irresistível.

Em Zurique, é possível fazer um tour guiado pela centenária fábrica da Lindt & Sprüngli, uma das marcas de chocolate mais renomadas do mundo, com direito à degustação dos doces e comprinhas com preços mais acessíveis. Outro point da cidade é a doceria Sprüngli, fundada em 1836.

Se a ideia for conhecer o chocolate suíço para além das marcas mais famosas, vale a pena conferir a Confiserie Honold, fundada em 1905, que oferece mais de 50 variedades de chocolates e trufas de primeira classe.

Guayaquil – Equador

Até o início do século XX, o Equador era o maior exportador de cacau do mundo. Hoje, ocupa a primeira posição na exportação de grãos especiais, de altíssima qualidade, que abastecem o mercado dos chocolates finos.

Em Guayaquil, cidade ao sul do Equador, é possível acompanhar toda a linha de produção do chocolate, assim como fazer um passeio pelas plantações de cacau que cobrem a região. Para provar a iguaria local, recomendo uma visita ao restaurante La Pepa de Oro, que serve um dos melhores chocolates quentes do país e cuja decoração remonta a história do cacau no Equador.

Outra atividade para os chocólatras é um tour pela Rota do Cacau, que passa pelas províncias de Guayas, Manabí e Los Rios, principais produtoras de cacau no país. Nesse passeio, os visitantes aprendem sobre o processo de preparação dos grãos para exportação, desde a fermentação e secagem até a embalagem.

Bruxelas – Bélgica

Verdade seja dita: o chocolate belga é um dos mais amados do mundo! E isso não acontece à toa. A Bélgica é daqueles lugares que respira chocolate, com uma produção anual de 170 mil toneladas do doce em mais de 12 fábricas, além de 16 museus e mais de 2000 lojas especializadas no doce. E Bruxelas, como boa capital, consegue reunir o que há de melhor no assunto.

A parada indispensável é a Praça Grand Sablon, onde as grandes lojas estão. Neuhaus, Godiva, Leonidas, Wittamer e Pierre Marcolini são alguns exemplos do que se pode encontrar por lá. Quem quiser se aprofundar no assunto pode visitar o Choco-Story, museu sobre chocolate que fica pertinho da praça.

Os belgas consomem anualmente 8,5kg de chocolate por pessoa e estão em 5º lugar no ranking dos mais chocólatras. Por que será?

Colônia – Alemanha

Quem pensa que o talento dos alemães se restringe a cerveja está muito enganado. Além de ser o segundo país que mais consome chocolate, a Alemanha também domina a arte de produzir a iguaria.

A cidade de Colônia, que fica a 600 quilômetros de Berlim, abriga o World of Chocolate Museum, que conta a história do alimento e sua relevância cultural em uma exposição bem interativa e dinâmica. Dentro do museu há ainda uma escola, dirigida pela marca suíça Lindt, na qual os visitantes aprendem a arte do chocolate com o mestre chocolatier do museu.

Embora as marcas Milka e Kinder Schokolade sejam as mais famosas da Alemanha, Colônia oferece outras opções deliciosas, como a Stollwerck Chocolate Company, que produz chocolates finos desde 1839, e a Coppeneur, fabricante de chocolates artesanais.

 

Muito legal né? O texto e as fotos são todos desse site.

O Que Tem de Sobremesa em Manaus?

O Que Tem de Sobremesa em Manaus?

Na semana passada o Super Colaborador foi para Manaus, e me mandou fotos de várias sobremesas que comeu por lá. Achei que seria legal fazer um especial mostrando essas sugestões, tanto para quem mora em Manaus quanto para quem for passear por lá também.

banana de forno do banzeiro

Essa sobremesa é do Restaurante Banzeiro: um bolo com castanhas, com creme de banana e bolo branco por cima. Olhando o cardápio no site deles deduzo que seja a Banana de Forno.

banana do banzeiro

Essa também é do Banzeiro, e também é de banana. O Super Colaborador descreveu como um creme brulée de banana sensacional. Olhando o cardápio do site de novo deduzo que seja a Banana do Banzeiro.

bombons de manaus

Bombons típicos da região, feitos com massa de cacau. Conheci alguns assim recentemente, que recebi de Roraima, tem até vídeo, dá uma olhada aqui! Esses ele comprou pra ajudar um instituto que estava fazendo um evento no hotel em que ele estava hospedado. Mas tem em vários lugares e é bem fácil reconhecer por esse formato de “tubinho”.

doces da amazônia

Na latinha tem uma jujuba de Cupuaçu com Gengibre (muito gengibre!) que ele comprou junto com os bombons do instituto. As “balas”, que pra mim são bombons, são da mesma marca, mas era o hotel que deixava no quarto todo dia.

chips de banana doce

Chips de banana frita com açúcar que ele comprou na rua mesmo. Tem opção salgada também, que ele gostou mais, mas trouxe a doce pra mim e recomendaram comer com doce de leite!

bolo de rolo do boteco manaus

Bolo de Rolo com sorvete de creme do Boteco. Não encontrei o site, mas é uma rede de Recife, que fica no Manauara Shopping.

biscoito das freiras de recife

Essa também é do Boteco: Sorvete de Creme com Biscoitos feitos pelas freiras do convento de Recife.

pavê de cupucaçu

Estava sentindo falta de alguma sobremesa com Cupuaçu, até que ele me mandou esse Pavê que eu achei lindo. É do Cero’s, um restaurante por quilo que também não tem site, mas fica na Av. Rio Mar, 58 – Vieiralves.

bombons finos de manaus

Essa loja Bombons Finos parece ser O lugar pra comprar doces para presentear ou levar de lembrança. Tem várias cestas de artesanato, caixas elegantes, e sabores bem diferentes!!! Eu não sabia o que esperar dos de Camu Camu, Araça-Boi, Taperebá ou Buriti, por exemplo! No Youtube tem um vídeo em que eu experimento esses e tudo mais que ele me trouxe, confere lá!

milkshake doggers filosofia da gordice

Pra finalizar: a Filosofia da Gordice! Essa frase estava escrita na parede de lousa do Doggers, um restaurante especializado em Hot Dog super bonitinho e com milkshake de sobremesa! O Super Colaborador escolheu o de Ovomaltine e adorou! Vi que tem de Cupuaçu também e fiquei bem curiosa… se alguém experimentar me marca e me conta o que achou??

Aliás, quem experimentar qualquer uma dessas me marca no Instagram #oquetemdesobremesa ou no Facebook e me conta se gostou das dicas!!!

Cheesecakeria Café

Cheesecakeria Café

cheesecakeria café campinas

Na semana passada uma amiga estava em Campinas (SP) e me mandou uma colaboração pro O Que Tem de Sobremesa Por Aí?, o cheesecake da Cheesecakeria Café. O comentário junto com a foto foi o seguinte: “É sem dúvida o melhor que já comi em toda a minha vida, e olha que já comi o da Cheesecake Factory!” Eu não sou uma profunda conhecedora de cheesecakes, mas sei que essa rede americana é famosa e sempre ouvi dizer que é muito boa. Sei que tem em São Paulo, mas nunca me animei de ir conhecer.

A verdade é que eu não gosto de cheesecake, muito provavelmente pela associação que faço com uma torta de ricota muito ruim que comi uma vez… acabo achando parecido. Eu já estava pensando que esse acho que eu experimentaria quando ela disse que é bem suave, mais adaptado ao paladar brasileiro, aí ela me conta que além do tradicional você pode escolher de doce de leite ou de Nutella! Ah gente aí é covardia né… Pois piora!

Minha grande tristeza por não gostar de cheesecake é pelas caldas, são sempre tão lindas e tão gostosas que as vezes pego só a calda do prato de alguém hehe. E lá na Cheesecakeria Café a minha amiga contou que depois de escolher entre as três opções de cheesecake você ainda tem várias opções de calda. Ela não contou, mas deve ter umas dez!!! É muita opção pra uma pessoa indecisa como eu! Ficaria horas pra escolher com certeza… Aliás, ficarei, porque entrou pra minha listinha de lugares que quero conhecer!

Acho que consegui entender porque o Cheesecakeria Café é parada obrigatória pra ela sempre que vai pra Campinas! Se você estiver por lá também não deixe de conferir e me contar o que achou! O endereço é Rua Coronel Quirino, 1733 – Cambuí – Campinas, SP, e você também pode babar um pouco nas fotos do Facebook e do Instagram antes.