Emulzint lança linha Orquestra

Emulzint lança linha Orquestra

Emulzint lança Linha Orquestra de confeitaria fina
linha orquestra

A Emulzint, tradicional indústria holandesa fornecedora de ingredientes para panificação e confeitaria no Brasil, acaba de incrementar o seu portfólio ao lançar a Linha Orquestra, que reúne produtos para confeitaria fina de empresas de renome nacional e internacional – a colombiana CasaLuker, a holandesa Dobla, a belga Aldia e a brasileira Cromus.
Criada com o propósito de atender às necessidades dos chocolatiers, chefs, e patissiers, a Linha Orquestra reúne produtos de qualidade, permitindo que o profissional evidencie suas habilidades técnicas e sua capacidade criativa para surpreender os mais exigentes paladares.
“Assim como uma Orquestra, a confeitaria fina precisa de instrumentos afinados nas mãos dos melhores músicos, para uma execução perfeita da obra. Através da linha Orquestra, a Emulzint pretende oferecer ao mercado brasileiro excelentes matérias-primas fornecidas por parceiros certificados e reconhecidos nacional e internacionalmente”, afirma Anderson Cattoni, Gerente de Marketing da Emulzint.
A comercialização dos itens Aldia e Cromus será em todo o Brasil. Já as linhas Dobla e Casa Luker serão comercializadas nas cidades de São Paulo, Campinas e região.
Chefs
Para o desenvolvimento da Linha Orquestra, a Emulzint conta um Chef Pâtissier exclusivo, Gumercindo Dal’Acqua, e consultoria da Chocolatier Juliana Badaró. A empresa também contou com Chefs conceituados que desenvolveram receitas especialmente para o lançamento: Amanda Lopes, Arnor Porto, Emmanuel Hamon, Fabrice Le Nud, Lucas Liberatore, Marcelo Magaldi, Rafael Barros, Renato Blinder, Roberto Strongoli, Thiago Emidio e Flavio Federico.
Marcas na Linha Orquestra, da Emulzint:
CasaLuker
A Linha Orquestra possui nove tipos de chocolates da tradicional marca colombiana CasaLuker, quatro deles com denominação de origem.
Os chocolates CasaLuker são feitos com Cacau Fino de Aroma, que se diferenciam pelos aromas frutais, florais e pelas nuances de malte. São produtos feitos com os melhores cacaus do mundo – criollos e trinitários – sendo soluções ideais para os profissionais que querem inovar e oferecer aos seus clientes um sabor de chocolate incomparável, que ressalte a originalidade das suas criações.
A Colômbia, mundialmente conhecida por produzir os melhores cafés do mundo, produz também os melhores cacaus do mundo. Toda essa qualidade é fruto da paixão e cuidado que é depositado no processo de plantio e colheita das melhores variedades do cacau e na produção dos chocolates finos. A CasaLuker tem um compromisso com os produtores de cacau, instruindo-os quanto às melhores práticas de cultivo, colheita e processamento das amêndoas e garantindo a compra direta de sua produção.
Dobla
Os itens de decoração em chocolate Dobla para pâtisserie que integram a Linha Orquestra são: Palito Misto, Pluma ao Leite, Pluma Branca, Leque Misto, Placa Mista, Retângulo Misto, Mini Leque Misto, Mini Leque Rosa, Roseta Mista, Turitella, Pérola, Trufa Oca Branca, Trufa Oca ao Leite, Trufa Oca Dark, Kit de Palitos Sortidos e Kit de Leques e Palitos Sortidos. As confeitarias, buffets, hotéis e restaurantes poderão decorar seus doces e sobremesas com essas peças, deixando-os mais atrativos e extremamente saborosos.
Aldia
A Linha Orquestra tem os recheios premium de Framboesa, Blueberry e Cereja Aldia, reconhecida pelos altos padrões de qualidade e tecnologia. Eles apresentam alto teor de frutas, deixando o visual mais atrativo e imprimindo ainda mais sabor ao produto. Os recheios podem ser usados para criar incríveis combinações com creme confeiteiro, chantilly, creme légère, ganaches ou chocolate, ou seja, permitem inúmeras criações e formas de aplicação. Eles são ideais para tortas geladas, torteletas, mono porções, folhados e para o recheio de produtos levados ao forno.
Cromus
As bases laminadas para acabamento fino da Linha Orquestra são da marca brasileira Cromus, considerada uma das maiores fornecedoras de embalagens e bases laminadas para confeitaria do país.

 

* Informações e imagem da assessoria de imprensa

Suflê de Chocolate

Suflê de Chocolate

suflê de chocolateEstá querendo impressionar alguém? Quer fazer um jantar especial e terminar com uma sobremesa incrível? Que tal um suflê de chocolate? Parece difícil, mas é só prestar atenção em algumas dicas.

Suflê de Chocolate

Ingredientes:
5 gemas
100g de açúcar
140g de manteiga
150g de chocolate em pó
5 claras
Sal a gosto
Açúcar de confeiteiro (para decorar)

Como fazer:
Para começar, coloque o chocolate e a manteiga para derreter em banho maria (pode ser no microondas também, lembrando de colocar de 20 em 20 segundos para não queimar).
Bata as cinco gemas com cinquenta gramas de açúcar até ficar um creme claro.
Junte as gemas batidas com açúcar ao chocolate derretido com a manteiga e misture, mas sem bater muito.
Em seguida, bata as cinco claras na batedeira com uma pitada de sal.
Comece batendo devagar e vá aumentando a velocidade ao poucos.
Adicione cinquenta gramas de açúcar e tire da batedeira.
O momento de adicionar as claras ao chocolate é onde está a primeira dica importante. Coloque um pouco das claras primeiro e misture normalmente para amolecer o creme de chocolate.
Em seguida, acrescente o restante das claras e continue a mexer com cuidado, em movimentos circulares a partir do centro, ao mesmo tempo em que gira a tigela. É isso que vai garantir que a massa continue “aerada” e o seu suflê de chocolate fique leve depois.
Pincele os ramequins em que vai servir o suflê com manteiga e polvilhe com açúcar cobrindo bem o fundo.
Com uma concha, coloque a mistura nos ramequins até preencher cerca de 2/3 da altura, e leve à geladeira por alguns minutos. Assim o meio fica mais molinho.
Depois, leve por 15 minutos ao forno pré aquecido a 150ºC. O tempo pode variar de acordo com o seu forno, mas algumas dicas importantes aqui, o forno tem que estar pré aquecido e o ideal é que não abra até estar pronto. Ele estará pronto quanto tiver crescido e estiver firme e levemente dourado por cima (como se fosse um bolo, mas sem precisar estar seco no meio). O que faz ele murchar é o choque térmico quando sai do forno, então quando estiver nesse ponto desligue o forno, abra um pouco a porta e deixe o suflê lá dentro por alguns minutos.
Na hora de servir polvilhe o açúcar de confeiteiro com cima para decorar.
Se quiser sirva com uma bola de sorvete de creme.

 

*Foto desse site

Ovos Funcionais na Páscoa 2016

Ovos Funcionais na Páscoa 2016

ovos funcionais páscoa 2016Seguindo uma tendência do mercado como um todo percebi no Salão de Páscoa 2016 uma preocupação das marcas em terem opções de ovos funcionais, ou seja, que atendam quem tem restrições alimentares. No Instagram perguntei se tinha algum post especial que queriam que eu fizesse aqui e foi exatamente isso que pediram. Eu acho muito legal e muito válido as empresas terem essas opções para quem tem alguma restrição e faz acompanhamento médico. Porém não existe mágica, para retirar algum ingrediente outro tem que ser acrescentado ou aumentado, e apesar de não ter açúcar, por exemplo, o produto pode acabar tendo muita gordura, ou muito sódio. Por isso acho que eles não devem ser consumidos com exagero (assim como os tradicionais), e acho também que para quem não tem realmente a restrição médica a melhor opção é o tradicional em menor quantidade. Dito isso, vamos às opções de ovos funcionais disponíveis para a Páscoa 2016.

CACAU SHOW
Ovo Zero Adição de Açúcar 180g – Ovo de chocolate ao leite com zero adição de açúcar, com bombons recheados de amêndoas e avelãs.

Ovo Zero Lactose 180g – Ovo de chocolate meio amargo, feito especialmente para os chocólatras com intolerância à lactose.

Ovo Dreams Zero Açúcar 400g – Ovo de chocolate ao leite com recheio de trufa tradicional sem adição de açúcar.

CHOCOLATES BRASIL CACAU
Ovo Clássico Diet 300g – Ovo de chocolate ao leite diet.

Ovo Zero Lactose – 150g – Ovo de chocolate amargo (40% cacau) sem lactose.

KOPENHAGEN
Ovo Língua de Gato Diet 300g – Chocolate Língua de Gato na versão Diet, para pessoas que possuem dieta com restrição de açúcar.

Ovo Diet Finesse 150g – Ovo de chocolate ao leite Diet.

Ovo Zero Lactose 170g – Ovo de chocolate meio amargo (40% cacau), isento de lactose.

Ovinhos Diet ao Leite 300g – Cesta aramada dourada com ovinhos de chocolate ao leite diet.

Cesta Diet 940g – Cesta com o mix de produtos com chocolate diet: Ovo Língua de Gato Diet, Ovo Diet Finesse, Ovinhos Diet ao Leite, Língua de Gato Diet, Bombons Diet ao Leite.

LACTA
Ovo Lacta Diet 215g – Ovo de chocolate ao leite sem adição de açúcar, desenvolvido para dietas com ingestão controlada de açúcares.
MUNIK
Ovo 70% Cacau 100g – Ovo de chocolate amargo (70% cacau), sem lactose.

Ovo 50% Cacau 130g – Ovo de chocolate meio amargo (50% cacau), também sem lactose.

Ovo Diet com Colágeno 130g – Ovo de chocolate ao leite Diet, com colágeno.

Ovo Diet com Colágeno e Chia 130g – Ovo de chocolate ao leite Diet, com colágeno e chia.

Ovo de Chocolate ao Leite Diet 130g – Ovo de chocolate ao leite Diet.

NESTLÉ
Classic Diet 220g – Ovo de chocolate ao leite em versão Diet.

 

Nenhuma marca deu indicação de algum deles não ter glúten (ovos funcionais ou não), mas essa informação está sempre nas embalagens, geralmente no final da lista de ingredientes.

 

Foto meramente ilustrativa, do Google

Kinder Ovo de travessa

Kinder Ovo de travessa

kinder ovo de travessaO Kinder Ovo pode até ter sido feito pra crianças (kinder é criança em alemão), mas não conheço nenhum adulto que não goste também! É tão bom que a principal reclamação é justamente ser pequeno, pra resolver isso a @bia_wielewicki fez uma versão de Kinder Ovo de travessa, assim dá pra comer bastante de colherada, e parece maravilhoso! Eu ainda não testei, mas ela jura que é de chorar de tão bom! Quer fazer também? Então anota a receita e depois me conta o que achou!

Kinder Ovo de travessa

Ingredientes:
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite com soro (não pode ser de caixinha)
2 xícaras de chá de leite Ninho em pó
1 xícara de chá de leite Ninho pronto (o líquido mesmo, de caixinha)
1 envelope de gelatina sem sabor
1 pote de Nutella (ou mais, se quiser…)

Como fazer:
Bater no liquidificador o leite condensado com o creme de leite, o leite em pó e o leite “líquido”.
Dividir o creme em duas partes e reservar.
Dissolver a gelatina sem sabor de acordo com as instruções da embalagem.
Bater 2 colheres da gelatina preparada com a primeira metade do creme.
Colocar em uma travessa e levar ao freezer para firmar rapidamente.
Assim que firmar espalhe uma camada de Nutella por cima do creme.
Bata novamente 2 colheres da gelatina com a segunda metade do creme, coloque por cima da Nutella e leve mais uma vez ao freezer.
Quando essa camada também estiver firme coloque mais uma camada de Nutella.
Decore com Kinder Ovo a gosto.

 

Eu tenho birra com sobremesa com gelatina, acho que deixa a consistência estranha e as sobremesas “iguais”, sabe? Por isso perguntei pra Bia se era realmente necessária. Ela disse que é importante sim pra firmar o creme, se não fica muito mole, mas que ela fez alguns testes e chegou nessa quantidade de 2 colheres, que é suficiente pra firmar, mas não deixa com aquela textura que eu não gosto.

Cinco destinos para quem ama chocolate

Cinco destinos para quem ama chocolate

chocolate

É fã de chocolate? Está sempre pensando na próxima viagem? Sabe quais seriam os cinco lugares mais legais para qualquer chocólatra se deliciar? Calma, não é concurso de nenhuma marca de chocolate… São dicas de destinos para conhecer mais sobre o tão querido chocolate! Alguém me mandou ou me marcou nesse link, já não lembro bem, mas salvei nos favoritos para ler depois, e achei que valia compartilhar as dicas.

Oaxaca – México

Se você quiser fazer uma viagem pela história do chocolate, a primeira parada deve ser Oaxaca, charmosa cidade mexicana que herdou – e transformou – o consumo do cacau de seus antepassados.

De fato, a cultura da cidade está intimamente ligada ao ingrediente. Oaxaca é repleta de casas de chocolate, que produzem os doces com grãos cultivados localmente. Não deixe de experimentar o famoso chocolate quente, que pode ser incrementado com pimenta e outras especiarias, e o Mole Poblano, um molho bastante usado na culinária mexicana que leva chocolate na receita.

A Rua Francisco Xavier Mina, perto do Mercado Central, é a verdadeira meca do chocolate. Ali, os maiores produtores do país, como Mayordomo e La Soledad, mostram o processo de fabricação dos chocolates e seus derivados para quem quiser ver.

Zurique – Suíça

Se os povos da América Central foram responsáveis por descobrir e cultivar o cacau, foi na Europa que o chocolate se transformou no doce que conhecemos e amamos. Os suíços tiveram a genial ideia de incluir o leite na receita e o que já era bom ficou irresistível.

Em Zurique, é possível fazer um tour guiado pela centenária fábrica da Lindt & Sprüngli, uma das marcas de chocolate mais renomadas do mundo, com direito à degustação dos doces e comprinhas com preços mais acessíveis. Outro point da cidade é a doceria Sprüngli, fundada em 1836.

Se a ideia for conhecer o chocolate suíço para além das marcas mais famosas, vale a pena conferir a Confiserie Honold, fundada em 1905, que oferece mais de 50 variedades de chocolates e trufas de primeira classe.

Guayaquil – Equador

Até o início do século XX, o Equador era o maior exportador de cacau do mundo. Hoje, ocupa a primeira posição na exportação de grãos especiais, de altíssima qualidade, que abastecem o mercado dos chocolates finos.

Em Guayaquil, cidade ao sul do Equador, é possível acompanhar toda a linha de produção do chocolate, assim como fazer um passeio pelas plantações de cacau que cobrem a região. Para provar a iguaria local, recomendo uma visita ao restaurante La Pepa de Oro, que serve um dos melhores chocolates quentes do país e cuja decoração remonta a história do cacau no Equador.

Outra atividade para os chocólatras é um tour pela Rota do Cacau, que passa pelas províncias de Guayas, Manabí e Los Rios, principais produtoras de cacau no país. Nesse passeio, os visitantes aprendem sobre o processo de preparação dos grãos para exportação, desde a fermentação e secagem até a embalagem.

Bruxelas – Bélgica

Verdade seja dita: o chocolate belga é um dos mais amados do mundo! E isso não acontece à toa. A Bélgica é daqueles lugares que respira chocolate, com uma produção anual de 170 mil toneladas do doce em mais de 12 fábricas, além de 16 museus e mais de 2000 lojas especializadas no doce. E Bruxelas, como boa capital, consegue reunir o que há de melhor no assunto.

A parada indispensável é a Praça Grand Sablon, onde as grandes lojas estão. Neuhaus, Godiva, Leonidas, Wittamer e Pierre Marcolini são alguns exemplos do que se pode encontrar por lá. Quem quiser se aprofundar no assunto pode visitar o Choco-Story, museu sobre chocolate que fica pertinho da praça.

Os belgas consomem anualmente 8,5kg de chocolate por pessoa e estão em 5º lugar no ranking dos mais chocólatras. Por que será?

Colônia – Alemanha

Quem pensa que o talento dos alemães se restringe a cerveja está muito enganado. Além de ser o segundo país que mais consome chocolate, a Alemanha também domina a arte de produzir a iguaria.

A cidade de Colônia, que fica a 600 quilômetros de Berlim, abriga o World of Chocolate Museum, que conta a história do alimento e sua relevância cultural em uma exposição bem interativa e dinâmica. Dentro do museu há ainda uma escola, dirigida pela marca suíça Lindt, na qual os visitantes aprendem a arte do chocolate com o mestre chocolatier do museu.

Embora as marcas Milka e Kinder Schokolade sejam as mais famosas da Alemanha, Colônia oferece outras opções deliciosas, como a Stollwerck Chocolate Company, que produz chocolates finos desde 1839, e a Coppeneur, fabricante de chocolates artesanais.

 

Muito legal né? O texto e as fotos são todos desse site.