Benditto Brigadeiro

Benditto Brigadeiro

Benditto brigadeiro

A Letícia da Benditto Brigadeiro teve um super incentivo da avó quando era adolescente para vender doces e começar a ganhar o seu próprio dinheiro. Tentou seguir outra carreira, como contadora, mas a vontade de trabalhar com doces falou mais alto. Ainda bem, porque os brigadeiros dela são realmente muito gostosos!

1 – Por que escolheu trabalhar com doces? Conte um pouco da sua história, por favor.
Quando criança, entre meus 12 e 17 anos de idade segundo a minha avó, eu tinha que aprender e ver o quão difícil era ganhar o meu próprio dinheiro. Então, vendo que eu gostava de fazer doces, resolveu me incentivar comprando os ingredientes para que eu fizesse e vendesse, sem nunca cobrar nada pela matéria prima, somente para eu sentir a dificuldade. Aquilo me deixou com uma vontade muito grande de ter uma doceria, que por incrível que pareça, eu tinha muitos clientes, alguns ainda me perguntam dos doces.
O tempo passou e o destino me levou a procurar novos caminhos, entre eles o de ser Contadora.
Há mais ou menos dois anos sonhei que tinha uma brigaderia… era o desejo se aflorando novamente, embora eu já tivesse uma profissão regulamentada. Pois bem, não levei a sério.
Há cerca de um ano, fui visitar uns amigos, resolvi levar meus brigadeiros gourmet de presente e postei no facebook. Não poderia ter feito coisa melhor. Meus amigos amaram os brigadeiros e as pessoas começaram a encomendar, indicar e quando fui ver virou minha segunda profissão, mas com grande possibilidade de se tornar a primeira, porque amo brigadeiro, faço tudo com muito carinho, dedicação e muita satisfação.

2 – Você come tudo que faz? Com que frequência?
Sim, estou sempre comendo o que faço, para confirmar qualidade, sabor, etc. Mesmo porque eu não venderia nada que não comesse.

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
A melhor foi brigadeiro e a pior brigadeiro industrializado

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
Com certeza brigadeiros gourmet de diversos sabores, chocolates e tortas de chocolate.

A Benditto Brigadeiro atende São Paulo e algumas cidades do interior também! Quem quiser saber mais pode entrar no Facebook ou no Instagram deles.

Enrolado & Granulado – Entrevista

Enrolado & Granulado – Entrevista

enrolado & granulado

Nossa entrevista de hoje é com o Daniel, da Enrolado & Granulado (aliás, adoro esse nome, acho super fofo e criativo). Os brigadeiros não só são deliciosos, como são lindos e tem uma embalagem bem bonita também. A prova disso é que essa é simplesmente a foto mais curtida do @oquetemdesobremesa até hoje!!!

1 – Por que escolheu trabalhar com doces? Conte um pouco da sua história, por favor.
A ideia de trabalhar com doces e ser especialista na produção artesanal de Brigadeiros Gourmet para Festas, Eventos e Casamentos surgiu da harmonia entre meu espírito empreendedor e a vocação e tradição na cozinha de Natália Tosatto. A partir disso tínhamos certeza de que estávamos no caminho certo: abrir nosso próprio negócio no setor de alimentação. Em 2013, passamos mais de 6 meses testando receitas e estudando a fundo esse mercado. Nesse período elaborei o business plan, mudamos muita coisa e no primeiro trimestre de 2014 nasceu a Enrolado & Granulado Brigadeiro Gourmet. A partir daí, a cada dia nos entregamos mais para que esse sonho não pare de crescer.

2 – Você come tudo que faz? Com que frequência?
Ultimamente nem tudo, pois já comi muuuito! Mas é impossível resistir a uma colherada de brigadeiro direto da panela! Diria que a frequência é… A mesma frequência que passo e vejo uma panela pedindo para ser raspada!

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
A melhor sobremesa que já comi com certeza foi… Qualquer delicioso mousse de chocolate.
E a pior sobremesa foi: bolo de chocolate branco. Não gosto mesmo!

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
Brigadeiros Gourmet da Enrolado & Granulado!!! Os melhores!!rs

Todo o cuidado com o planejamento fica evidente na qualidade do produto! Quem quiser conhecer mais sobre a Enrolado & Granulado pode entrar no site, no Facebook ou no Instagram deles.

 

PS: Ainda estou pensando quando uma panela de brigadeiro não pede pra ser raspada…

Brigadeiro de Copo

Brigadeiro de Copo

Brigadeiro de Copo

A entrevista de hoje é com a Roberta, da Brigadeiro de Copo. Acho que ela foi a primeira pessoa do Rio de Janeiro a me procurar, mais ou menos nessa época no ano passado. Eu ainda morava em São Paulo, mas o namorado, ou marido, ou Super Colaborador, nem sei mais, já estava no Rio. Eu vim pela primeira vez nessa época porque era aniversário dele. Ela viu que eu estava por aqui e quis me entregar o brigadeiro dela pra eu conhecer. Se não me engano dessa vez não deu certo e só conseguimos marcar na vez seguinte que eu vim. Ela é um amor e tem uma filhinha super fofa, que estava com ela quando foi me entregar.

1 – Por que escolheu trabalhar com doces? Conte um pouco da sua história, por favor.
Sou formada em publicidade e foi la na empresa que comecei a vender os brigadeiros do nada, levei para comer de sobremesa uma estagiaria minha pediu uma colherzinha e pronto ela me incentivou a vender e hoje sou o que sou, sempre fui apaixonada por doces e depois de uma festinha de uma amiga as vendas não pararam graças a deus! Hoje faço brigadeiro de copo, bolinhas de brigadeiro e cupcakes

2 – Você come tudo que faz? Com que frequência?
Depende do dia como para experimentar quando faço não tem jeito tem que provar!!!

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
A melhor foi e sempre é pra mim Tiramisu do restaurante Rascal a pior foi mousse de chocolate que parecia mais um creme do que mousse do restaurante japones Geisu

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
Doce de leite com queijo e brigadeirosssssssss rsssss

Quem quiser conhecer o Brigadeiro de Copo da Roberta pode entrar no Facebook ou no Instagram!

Brigaderia da Coruja

Brigaderia da Coruja

Brigaderia da CorujaA entrevista de hoje é com a Érica Jabur, da Brigaderia da Coruja. Esse nome fofo vem da ideia de Mamãe Coruja, porque a brigaderia nasceu um pouco depois do bebê dela. Acho que muitas mulheres passam por um momento de questionamento quando se tornam mães né? Vejo muitas histórias de mulheres empreendedoras que escolheram esse caminho para terem mais flexibilidade nos horários e conseguirem não só cuidar, mas curtir mais os filhos. Nem sempre abrir o próprio negócio significa ter mais tempo livre, na verdade geralmente é o contrário, principalmente no início, mas fico bem feliz quando conheço histórias de sucesso assim!

Ah e lembra da Mariza Doces da semana passada? Foi uma das inspirações da Érica pra abrir a Brigaderia da Coruja, pois as filhas da Dona Mariza, que hoje estão a frente da empresa, são primas do sogro dela! Tudo em uma grande família!

1 – Por que escolheu trabalhar com doces? Conte um pouco da sua história, por favor.
Escolhi trabalhar com doces por que é algo que todo mundo gosta e sempre fui muito elogiada pelos dotes culinários. Unimos o útil ao delicioso como costumo dizer.

2 – Você come tudo que faz? Com que frequência?
Absolutamente eu como tudo que faço e gosto muito. Só que no dia a dia meu controle de qualidade de cada panelada que sai do fogo é uma colherzinha senão não dá pra manter a silhueta, hehehe.

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
A melhor sobremesa que já comi, definitivamente o bolo do meu casamento civil, de nozes e baba de moça das queridas primas Sandra, Silvia e Marcia Chuairi que estão a frente da maravilhosa Mariza Doces.
E a pior sobremesa foi um pavê, gente odeio pavê, aquele biscoito molhado no fundo, yacky!!! Não é a minha praia.

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
O que sempre tem de sobremesa aqui obviamente é Brigadeiro heheheh e bolinhos com cobertura de brigadeiro gourmet.

Panqueca de Brigadeiro

Panqueca de Brigadeiro

Sexta-feira passada eu fiz essa panqueca de brigadeiro e postei no @oquetemdesobremesa. É uma receita super simples, mas como algumas pessoas pediram a receita, vou ensinar. Fiz pro jantar, salgada mesmo, mas como eu ponho pouco sal em tudo achei que daria pra guardar duas pra sobremesa. Fazia tempo que eu queria fazer brigadeiro, mas morria de preguiça por causa do calor. Como já ia ter que ficar um tempo na frente do fogão por casa da panqueca mesmo, resolvi fazer logo os dois!

panqueca

Vamos começar pela panqueca.

Ingredientes:
1 ovo
1 pitada de sal
1 xícara de leite
1 xícara de farinha de trigo

Modo de preparo:
Bata o ovo, o sal e o leite no liquidificador. Acrescente a farinha e bata de novo até ficar bem misturado.
Aqueça uma frigideira, eu uso de teflon e passo um pouco de margarina. Faço em fogo baixo porque sempre tenho medo de queimar tudo.
Com a medida de uma concha coloque a massa no meio da frigideira e vá girando pra escorrer pros lados.
Quando a massa já não estiver parecendo crua tente levantar. Se não soltar fácil espere. Quando soltar bem fácil pode virar. Quando estiver douradinha pode tirar.
Eu empilho em um prato e depois recheio. Ou vou comendo com manteiga e no final não tem quase nada.
Rende entre 6 a 8 panquecas, depende do tamanho da sua frigideira e da sua concha…

Agora a minha receita preferida no mundo, o Brigadeiro! Minha receita é bem básica, bem caseira. É a que minha fez em todos os meus aniversários, até eu fazer 18 anos!

brigadeiroIngredientes:
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de margarina
5 colheres de sopa de achocolatado (lembrando que não precisa brincar de empilhar o máximo que conseguir na colher, mas também não precisa ser tão rasa)

Modo de preparo:
Ponha todos os ingredientes em uma panela de preferência grande e de fundo grosso. Em São Paulo eu tenho uma panela que é só pra fazer brigadeiro! Mas aqui no Rio usei uma normal mesmo… Só cuidado com panelas muito finas porque pode queimar.
Coloque em fogo baixo (dessa vez não é só medo meu, tem que ser mesmo) e vá mexendo com movimentos circulares, sem deixar grudar no fundo.
Um pouco depois que começar a borbulhar vai engrossar e começar a soltar com facilidade do fundo. Se a panela for grande e você inclinar um pouco parece que ele “anda” sozinho. Pronto, pode desligar e passar pra um prato pra deixar esfriar. Se você conseguir.

Para fazer a panqueca de brigadeiro eu juntei os dois. Coloquei umas duas colheradas beeem generosas no meio da massa e dobrei em 4. Você pode enrolar igual a salgada, se preferir, e acrescentar outras coisas, como granulado, morango picado… Eu me empolguei tanto só com a panqueca de brigadeiro que nem lembrei do granulado que pensei em por!

Bem fácil né? Tenta aí e depois me manda pra eu ver como ficou! Pode ser no e-mail contato@oquetemdesobremesa.com.br ou com a #oquetemdesobremesa no Instagram.