Os Cupcakes, ou bolos de xícaras, existem desde o final do século XVIII nos Estados Unidos, mas ficaram esquecidos por alguns anos. Um dos motivos para terem voltado a moda pode ser o fato de serem porções individuais, mais condizentes com a vida de quem mora sozinho em grandes cidades . Mas o principal certamente foi terem aparecido primeiro na série de tv Sex And The City e depois no filme O Diabo Veste Prada.

anatomia de cupcakes

Pra quem não conhece essa é a anatomia do cupcake: ele é assado em forminhas de papel que já ficam como embalagem. Tem a massa, geralmente um pouco mais seca que a de bolo tradicional, que é o bolinho em si e a cobertura que é a grande atração. Pode ter recheio ou não, é opcional, assim como os confeitos que fazem parte da decoração junto com a cobertura. A combinação de sabores é enorme, mas a cobertura mais tradicional nos Estados Unidos é a de Buttercream, um creme a base de manteiga. Aqui no Brasil ela não funciona tão bem por causa das altas temperaturas e do paladar do brasileiro mesmo.

Os cupcakes que as personagens Carrie e Miranda comem em Sex And The City são da Magnolia Bakery, a confeitaria de cupcakes mais famosa de Nova York. Sinceramente não sei se já era famosa e até por isso foi a que apareceu na série, ou se ficou famosa depois. Provavelmente já era bastante conhecida e a fama explodiu de vez com a menção na série. O fato é que elas comeram seus cupcakes, aparentemente de baunilha com cobertura de buttercream, e eles viraram moda.

Um pouco depois dessa cena em Sex And The City, o cupcake apareceu também em o Diabo Veste Prada, quando a Andy perde a comemoração do aniversário do namorado e leva um cupcake com uma velinha para tentar se desculpar.

É muito fácil perceber a influência que determinados personagens tem quando pensamos em roupas, acessórios, corte de cabelo… coisas mais visuais. Mas comportamentos também são muito copiados! Quando quem está assistindo se identifica com o personagem ou acha ele legal e quer ser como ele, começa a perceber jeitos e ações para repetir. Então não só o que ele usa, mas as músicas que escuta, os lugares que frequenta e o que consome, por exemplo, começam a ser reproduzidos.

Tanto a série quanto o filme em que os cupcakes aparecem se passam em Nova York, uma grande cidade, com um ritmo de vida super acelerado e característico, que combina muito bem com a ideia de um bolinho individual. Nenhuma das três personagens citadas costuma cozinhar em casa, por falta tanto de habilidade quanto de tempo. Miranda e Carrie trabalham, moram sozinhas e são bastante independentes . Andy mora com o namorado e ainda está buscando sua independência, tendo seu tempo totalmente consumido pelo trabalho. Comprar um cupcake parece muito mais apropriado para elas mesmo, não faria sentido assarem e nem comprarem um bolo inteiro.

Aqui no Brasil os cupcakes chegaram com mais força em eventos sociais como casamentos e festas de 15 anos, como parte da mesa de doces (por permitirem decorações lindas) e  também como lembrancinhas, obviamente individuais. Logo ganharam lojas exclusivas, mas não são tão frequentes em padarias e confeitarias em geral como nos Estados Unidos.

 

Só pra esclarecer, a minha porção individual de cupcakes pode ser de dois ou três, mas a ideia é que cada bolinho seja comido por uma pessoa.

 

Imagens do Google