A partir de 2015

Finalmente está chegando a hora de nos despedirmos de 2014. Pra mim foi um ano bem intenso, cheio de experiências novas. Algumas foram o crescimento do @oquetemdesobremesa e da interação super gostosa com os seguidores, o lançamento desse blog, que começou a ser planejado em junho… Tudo isso faz parte da minha lista de agradecimentos, que está bem recheada! Espero que a sua também esteja e pra 2015 eu desejo ainda mais de tudo isso, acrescentando algumas coisinhas na minha vida e na sua também:

Eu desejo que a partir de 2015 (porque não é só nele) a nossa vida seja mais doce. Que a gente não permita que os momentos ruins deixem um gosto amargo por mais tempo do que devem. E que a gente coma muitas sobremesas gostosas também.

Eu desejo que a partir de 2015 a gente faça as pazes com o nosso corpo, parando de agredi-lo com ofensas e críticas constantes. E que todos se preocupem mais com a saúde do que com a aparência.

Eu desejo que a partir de 2015 a gente encontre o equilíbrio entre a saúde física e a mental. Que a gente cuide da saúde do corpo sem deixar a neura dominar a cabeça.

Eu desejo que a partir de 2015 a mídia pare de associar um verão feliz a um verão sem canga e um verão sem canga a um corpo “em forma”.  E que todo mundo entenda que ninguém tem que deixar de curtir nenhum momento da vida por não ter um corpo esteticamente “perfeito” (seja qual for a sua definição de perfeição).

Eu desejo que a partir de 2015 a gente encontre o equilíbrio entre saúde física e mental. Que a gente

Eu desejo que a partir de 2015 a gente faça mais as nossas próprias vontades, o que realmente importa pra gente, e pare de se culpar por não atender as expectativas dos outros.

Eu desejo que em 2015 o nosso freezer sempre tenha sorvete, que nunca falte leite condensado nem chocolate na nossa despensa, que sempre tenha pelo menos uma balinha por perto.

Eu desejo que a partir de 2015 a gente possa comer o que quiser sem ter fiscal de vida alheia dizendo “cuidado, assim vai engordar”. Que no lugar deles a gente tenha sempre alguém querido para compartilhar os momentos mais gostosos!

Feliz 2015!!!

Oh Pai! Delícias

A entrevista de hoje é com as meninas da Oh Pai! Delícias. Achei a história da Cláudia super fofa, é legal ver que sempre teve certeza do que queria e que encontrou na Fabiana a parceira certa pra criar esse filho, como elas mesmas dizem. Dá uma olhada no que elas contaram:

1 – Por que escolheu trabalhar com doces? Conte um pouco da sua história, por favor.
A minha história com a cozinha começa lá na minha infância. Sempre amei ficar ao lado da minha mãe enquanto ela cozinhava e adorava falar que era sua ajudante. Pedia para cortar os alimentos, mexer os ingredientes, separar a medida certa de cada produto. No final, pegava as cadeiras, fechava a entrada da cozinha e começava a limpar, dizendo que o restaurante estava fechado por 1h. Não deixava ninguém passar, nem mesmo para pegar um copo d’água. Também dei muito trabalho, pois era fascinada pelo fogão e, na primeira brecha, ascendia a chama das quatro bocas, rs.
Quando cresci, fui cursar faculdade de gastronomia e me apaixonei ainda mais pela confeitaria. Trabalhei no Mercado Municipal de São Paulo, depois fiquei um ano fazendo os doces para a Sala São Paulo e para o Centro Cultural da Vergueiro. Como sempre gostei muito de escrever e sou muito curiosa, também quis estudar jornalismo, mas sem abandonar a paixão pelo açúcar. Tive como orientador do meu TCC o Arnaldo Lorençato e defendi o uso das redes sociais pelas revistas de gastronomia. Perdi as contas de quantas vezes passei horas imaginando como seria a minha confeitaria!
Já com a Fabi, a história foi um pouco diferente, pois, para ela, cozinhar era apenas uma atividade a ser feita no final de semana, quando sua mãe não estava em casa. Foi dessa necessidade de fazer e também de comer coisas gostosas que começou a saga por receitas e experiências. Os amigos e parentes começaram a aprovar, elogiar e surgiu a vontade de produzir bolos, tortas e outras gostosuras.
Com o passar do tempo, nos conhecemos, descobrimos ter em comum a ânsia por novos sabores e, assim, surgiu a Oh Pai! Delícias, um filho que felizmente só tem nos dados alegrias!

2 – Você come tudo que faz? Com que frequência?
Se comemos tudo que fazemos? E como! Até precisamos tomar cuidado para não ganhar uns quilinhos a mais. Brincadeiras a parte, nós sempre tentamos melhorar nossas receitas e trazer novos sabores ao cardápio. Cada doce feito, é um pedaço de amor que oferecemos!

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
Com esse mundão todo, é bem difícil eleger uma sobremesa como a favorita. Mas, não tem nada melhor do que comer algo que te faça viajar, ir para outro planeta por alguns segundos ou até mesmo capaz de te lembrar de momentos únicos. Isso acontece com o bolo gelado de coco da minha mãe. É, sem dúvida, uma das melhores coisas que já comi e, provavelmente, que ainda vou comer em minha vida! A Fabi concorda e revela: “devoro em poucos minutos”.
A pior sempre é quando te vendem uma coisa e te oferecem outra. Doces que não são feitos com amor, nunca são bons!

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
Pergunta bem difícil, mas o que nunca pode faltar em nossa mesa são as frutas. Quando bem combinadas com outros ingredientes, aí é fantástico!

O bolo no pote da Oh Pai! Delícias é de fato delicioso e as embalagens são super charmosas. Quem quiser pode conferir no site, no Facebook e no Instagram.

Carlo’s Bakery

Carlo’s Bakery

vitrine carlo's bakeryA nossa seção O Que Tem de Sobremesa Por Aí? hoje é internacional! O Felipe estava de férias em Nova York e mandou pra gente essas fotos da Carlo’s Bakery! Fiquei enlouquecida porque é um lugar que quero muito conhecer! Assisto sempre Cake Boss e adoro o Buddy, fico impressionada com os bolos que fazem. Pra quem nunca viu o programa, a confeitaria original fica em Hoboken, New Jersey, foi aberta pelo Sr. Carlos Guastaffero, e comprada depois pelo pai do Buddy, Bartolo Valastro. A maioria das unidades continua em New Jersey, são só duas em outros estados, pelo menos por enquanto, uma em Las Vegas e outra em Nova York. O Felipe foi na de Nova York, o Cake Boss Cafe.
vitrine carlo's bakeryJá ouvi comentários de que os doces seriam muito mais bonitos do que gostosos. Acho que isso deve acontecer com a maioria dos bolos e cupcakes americanos, porque eles usam muito Buttercream, um creme a base de manteiga que é bem pesado e não estamos acostumados. Bonitos podemos ver que são, e uma vitrine cheia assim enche os olhos né…

Ele contou pra gente que comeu um cannoli, que acho que é o doce mais tradicional da Carlo’s Bakery depois dos bolos e cupcakes, mas não tirou foto. O que ele achou? “Animal, gostoso demais (eu não gosto de doce)”.  Eu não consigo entender pessoas que não gostam de doces, mas a opinião positiva delas sempre tem um valor maior pra mim. Eu penso que quem gosta de doce tende a achar todos os doces gostosos, então a opinião delas conta mais quando acham algo ruim, porque tem que ser realmente ruim pra não agradar. Agora, quando alguém que não é tão fã de doces elogia um é porque deve ser inesquecível!

Quer contar pra gente O Que Tem de Sobremesa Por Aí? É só mandar fotos e informações no contato@oquetemdesobremesa.com.br.

Entrevista com o Papai Noel

A entrevista de hoje é com alguém muito especial, que está muito ocupado esses dias, mas encontrou um tempinho pra conversar com a gente!  Vamos entrar no clima do Natal e saber qual é a sobremesa preferida do Papai Noel?

1 – Como é a sua alimentação? Tem acompanhamento de nutricionista?
Aqui na Lapônia é muito frio, então nossa comida é bem reforçada! No café da manhã gosto de suco de mirtilos, para dar bastante energia pro Papai Noel fazer muitos brinquedos. Como também muita carne (mas não de rena, apesar de ser muito popular por aqui) e muito salmão, sempre acompanhados do purê de batatas especial da Mamãe Noel. Aliás, é ela que cuida de toda a minha alimentação.

2 – Você sabe fazer alguma sobremesa? Pode nos passar a receita?
HoHoHo não, o Papai Noel não sei cozinhar… Eu sei fazer todos os brinquedos e tenho a receita para fazer as crianças felizes, mas nenhuma comida.

3 – Qual foi a melhor sobremesa que você já comeu? E a pior?
Gosto muito de leite com biscoitos, sabe? Os melhores são sempre os deixados por crianças boazinhas. Uma vez os biscoitos estavam queimados, bem duros mesmo, mas foram feitos pela própria criança e com tanto carinho que nem assim dá pra dizer que estavam ruins. Carinho é um ingrediente especial que deixa tudo gostoso.

A pior acho que foi um bolo de frutas que os duendes tentaram fazer alguns anos atrás. Eles são ótimos ajudantes com os brinquedos, mas são péssimos na cozinha. O bolo ficou horrível e a cozinha uma bagunça! Mamãe Noel nunca mais deixou eles cozinharem.

4 – O que sempre tem de sobremesa pra você?
Adoro torta de amora árctica, é a sobremesa preferida do Papai Noel!

Essa entrevista é obviamente fruto da minha imaginação, mas além da cultura geral ela foi baseada em informações sobre a gastronomia da Lapônia, conseguidas aqui e aqui.

Mousse de Maracujá

Mousse de Maracujá

A receita de hoje é a minha especialidade de Natal: Mousse de Maracujá! Esse ano, por estar morando no Rio de Janeiro e passar o Natal em São Paulo, vou levar algo pronto, mas ela tem feito muito sucesso nos últimos anos. Meu pai me pede pra fazer sempre, desde que fiz a primeira vez. Cada Mousse de Maracujá com Chocolateano eu mudo um pouquinho, mas a base é sempre a mesma: mousse de maracujá com chocolate.

A receita da mousse é bem simples:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 medida da lata de suco concentrado de maracujá

Eu geralmente dobro a receita e já faço logo duas travessas, então uso 2 latas de leite condensado, 2 de creme de leite e 1 garrafinha de suco, nem meço.

É só bater tudo no liquidificador, lembrando de não colocar o leite condensado primeiro (se não ele “gruda” e não mistura direito), até ficar bem aerado e colocar na geladeira. Acho que umas 4 horas é suficiente pra gelar, eu geralmente faço um dia antes, ou faço de manhã pra comer a noite.

As minhas variações estão no chocolate. As vezes ponho chocolate meio amargo picado no meio da mousse. Outras faço um ganache pra colocar por cima. Acho até que já cheguei a fazer as duas coisas! Ah, e gosto de fazer tipo pavê também, intercalando camadas de biscoito de maizena com mousse e finalizando com o chocolate picado, ou com o ganache.

Pra quem quiser usar ganache a receita é simples também:

  • 400g de chocolate meio amargo (geralmente uso 3 barras da Hershey’s, que tem 130g cada)
  • 200g de creme de leite (uma caixinha)

É só derreter o chocolate e misturar o creme de leite! Eu acho mais fácil derreter no microondas, mas tem que ir aos poucos, de 30 em 30 segundos, pra não queimar! Essa proporção de chocolate/ creme de leite fica bem firme, quem quiser mais molinha, mais cremosa, pode diminuir um pouco o chocolate.